Automação através de SmartThings v3

z-wave
zigbee

(David Coello Gonçalves) #1

Olá a todos.
Para começar informo que sou novo no fórum e ainda mais (noob) nestas coisas de automação e domótica e SmartHome, mas confesso que sou um entusiasta por tecnologia.
Neste momento estou a iniciar a construção da minha casa e quero tuna-la toda.
Tenho analisado vários tópicos e absorvido bons conteúdos que se tem partilhado, até por utilizadores em situação semelhante à minha, mas a minha ideia é basear tudo ou pelo menos grande parte do sistema em tecnologia “Zigbee” e “Z-Wave” controlados pelo Hub da Samsung “SmartThings v3”.

Os objetivos da automação são:

  1. Manter todo o sistema controlável de forma tradicional;
  2. Controlar luzes e em alguns casos a intensidade;
  3. Controlar os estores automáticos;
  4. Aceder e controlar o Videoporteiro (campainha);
  5. Instalar;
  6. Sistema de alarme e camaras;
  7. Sensores de movimento; sensores de temperatura/ humidade e controlar o Ar Condicionado e eventualmente um desumidificador ou purificador de ar em função dos dados fornecidos pelos sensores
  8. Controlar eletrodomésticos (com comando de IR) à distância.
  9. Controlo por voz através de Google Assistant.
  10. Outras ideias que surjam entretanto… =D

Para começar, confesso-me um fã da marca Xiaomi (pela relação qualidade/ preço dos produtos e pelos seus designs) e a ideia inicial seria fazer tudo em volta da marca, mas alterou quando descobri que o Hub da Xiaomi apenas funciona com acessórios da marca, e apesar de ser fã não quero ficar limitado na escolha dos componentes.

Então, começando com o meu 1.º pedido de ajuda. Para manter as luzes controladas pela forma tradicional pensei em automatizar os interruptores e não as luzes propriamente ditas. Já vi que há várias soluções, desde os famosos Sonoff basic/ mini/ etc, a interruptores “inteligentes” que fazem o mesmo efeito.
A ideia de que gosto mais é mesmo a dos interruptores inteligentes com fio, já que estou a fazer tudo de raiz e tenho sempre que comprar interruptores, e os que gosto mais são os da Xiaomi feitos pela Aqara que são de pressão e parecem interruptores tradicionais e que, no caso do interruptor de botão duplo (2gang) possuem 7 comandos (1 toque, 2 toques, toque continuo e 1 toque em ambos os botões), e que existem tambem na versão sem fio, com alimentação a bateria. Mas depois de alguma pesquisa não me parece que funcionem a 100% com o SmartThings. Vi que é possível pô-los a funcionar, mas não encontrei referências à utilização dos sete comandos que referi, e a intenção era, com o interruptor existente na entrada do compartimento conseguir controlar luzes principais, luzes indiretas, luzes das mesas de cabeceira, subir e descer estores, etc… (a título de exemplo)
Então será que alguém me sabe dizer se é possível tirar o máximo partido dos interruptores da Xiaomi, ou se tenho que optar por outro tipo de interruptor?

Passando para o 2.º pedido de ajuda, queria saber se aconselham alguma característica em especial na instalação elétrica? Para já estou a pensar pedir ao eletricista que a faça com o fio de neutro, uma vez que há muitos equipamentos que o usam para se alimentar.

O 3.º pedido de ajuda tem a ver com os estores. Já acompanhei aqui no fórum vários tópicos sobre o assunto, mas normalmente usam Sonoff ou semelhantes, a minha ideia também seria usar apenas interruptor inteligente, e de preferência igual ou semelhante ao da iluminação (sejam Xiaomi ou não). Assim, que acham da minha ideia, e se não for grande ideia qual será a melhor solução?

4.º pedido de ajuda, que aconselham a nível de videoporteiro?

5.º pedido de ajuda, tem a ver com a utilização de sensores de temperatura/ humidade e controlar o Ar Condicionado em função dos dados fornecidos pelos sensores. A principal duvida é quais serão as melhores soluções para ter AC “inteligente”.

Termino dizendo que tenho muitas mais duvidas, e que agradeço todo o tipo de sugestão ou critica construtiva que me possam dar, mesmo que não vá de encontro com as ideias que tenho.
Desde já, obrigado a todos.


(Rodolfo) #2

Olá, e benvindo ao fórum.
Bom o que tu queres vais ter que gastar uma notinha… Como referes logo no início gostarias de usar a tecnologia zwave… Os produtos deles não são baratos. Para termos mais uma ideia, podes nos dizer em termos de € queres gastar?


(Jorge Assunção) #3

Bem vindo @DCoelloG.

  1. Para interruptores uma boa opção serão os Shellys. Com o firmware certo poderás também fazer clique, duplo clique e long press.

  2. Na instalação eléctrica deves ter neutro em todos os interruptores mas também deves pedir para utilizar caixas de dupla profundidade em todas as tomadas e interruptores para ficares com espaço suficiente dentro da caixa para fazer as ligações eléctricas e não ficar tudo apertado. Se houver possibilidade de mexer no quadro eléctrico pede para colocar um com bastante espaço (pelo menos para o dobro dos disjuntores previstos) e a instalação o mais separada possivél (pelo menos duas chegadas de cada divisão - luz e tomadas).

  3. Estores e interruptores inteligentes não combinam. Os interruptores são feitos para iluminação e não estão preparados para controlar motores. Existem equipamentos próprios para estores e é isso que deves usar.

  4. Depende se é uma vivenda ou prédio e o que queres fazer exactamente. Se for vivenda tens aqui no fórum bons projectos. Para prédio é um pouco mais difícil mas não impossível.

  5. Quase todos os ACs podem ser integrados no HA, apenas varia a forma de o fazer.

No geral, e como o @RodolfoVieira disse, se o dinheiro for uma limitação foge do z-wave. O material é bom mas bastante caro, com o preço de um interruptor z-wave compras pelo menos 6 Shellys…

Quanto às duvidas é para isso que cá estamos. Não esqueças que a regra é: Novo Assunto = Novo Tópico. Lê também os nossos Termos do Serviço/Regras e a FAQ.


(David Coello Gonçalves) #4

Antes de mais, obrigado pelas respostas @RodolfoVieira e @j_assuncao.

Para conseguirem ter uma ideia do meu projeto falta dizer que estou a construir dois apartamentos de raiz, um T2 e um T1, sendo que para já só vou instalar automação no T2, onde eu irei viver.

Assim sendo, não tenho qualquer limitação ao nível de ligações elétricas, porque ainda não existem.

Respondendo ao @RodolfoVieira, não tenho um orçamento definido, porque vai ficar incluído no orçamento da instalação elétrica, e para já tenho um orçamento estimativo de 4k para o T2, o qual acredito que desça se apenas fizesse instalações normais.

Além disso, nesta fase bastava-me conseguir deixar instalado e a funcionar a iluminação, os estores, a climatização e o videoporteiro, e o resto la se ia fazendo, o que na minha opinião é a grande vantagem das tecnologias sem fio (Zigbee e Z-Wave).

Respondendo ao @j_assuncao.

  1. Já vi no fórum vários tópicos que fazem referência aos Shellys (e aos Sonoff). E, corrige-me se estiver errado, com a utilização dos Shellys irei utilizar interruptores normais com ligação ao Shelly (que fica por trás do interruptor), e flashando o Shelly consigo instalar um firmware que me permita programar no SmartThings que, para 1 click a ordem é x, para 2 click a ordem é y e para long press a ordem é z. Independentemente de no Shelly desse interruptor apenas estar ligada a cablagem da iluminação de um compartimento.

Se assim for a ideia é fantástica! E é mesmo isso que quero, mas alguém me tinha que ajudar com a parte do firmware para os Shellys e com a programação.

  1. Obrigado, quando tiver a reunião com o eletricista já lhe digo que tem que fazer as instalações de acordo com as tuas sugestões. Só não percebi para que será o quadro elétrico com o dobro do tamanho! (se calhar a resposta é básica, mas pronto)

  2. Infelizmente já tinha ideia que tivesse que utilizar uns "interruptores" específicos para os estores. Uma das questões é a estética do "interruptor" pois ainda não encontrei nenhum de pressão, apenas touch, outra questão é se com um equipamento desses conseguirei fazer o que é feito no tópico da configuração e instalação com "BodeMota", em que se controla a percentagem de abertura.

  3. Como já disse são dois apartamentos, e o vídeo porteiro será para os dois.

  4. Em relação aos AC’s ainda não escolhi o esquipamento a instalar, quando escolher faço uma pesquisa e se não encontrar peço aqui ajuda.

Em relação ao investimento, como o apartamento será pequeno, não vou ter a necessidade de instalar muitos equipamentos e algumas coisas posso ir instalando com o tempo, o que ajuda a conter um pouco os custos se o orçamento ficar demasiado alto, mas para já não é um ponto com que me esteja a preocupar muito.


(Nuno Neves) #5

Muito sinceramente, esquece o smart things para programar o que quer que seja… Estás a limitar-te sem necessidade. Este é um fórum sobre Home Assistant, que é um software de controlo centralizado de domótica e que agrega (quase) todas as tecnologias, o que significa que podes fazer uma instalação com fios de knx (por exemplo) para já e posteriormente acrescentar zigbee, zwave, rf, wifi, etc etc, quando quiseres, integrando tudo! :wink:
E se orçamento não é limite para já, nada bate o knx em fiabilidade e valorização do imóvel… O único contra é ser caro…


(Jorge Assunção) #6
  1. Podes utilizar os interruptores que quiseres mas eu aconselho interruptor de pressão (também conhecidos por interruptores de mola, clique, etc) que são os usados nas campainhas.
    Este tipo de interruptores tem como característica ficar sempre na mesma posição, já os interruptores tradicionais tipo liga/desliga (quando usados com um equipamento IoT) se os ligares no interruptor e este ficar para baixo e desligares com uma automação ou comando do HA o interruptor fica para baixo.
    Visualmente é estranho pois por vezes tens sítios como a sala com vários interruptores lado a lado e as luzes estão todas apagadas mas ficas com uns interruptores para cima outros para baixo.
    Tal como disse a um outro utilizador à poucos dias, utilizar interruptores tradicionais têm um WAF (Wife Acceptance Factor) baixíssimo e que pode levar a umas discussões e noites passadas no sofá :grin:
    Aqui no fórum tens informação como flashar e programar os Shelly.

  2. Não percebeste porque estás agora a começar nestas coisas e não compreendes na totalidade o que é possível fazer em domótica, lol… O espaço serve para no futuro poderes montar equipamentos para monitorizar consumos (SDM220, PZEM, Datawatt, etc.) e também para o caso de teres necessidade de controlar cargas superiores a 16A poderes utilizar contactores. Se não deixares espaço agora NUNCA os vais conseguir lá meter a não ser que abras um buraco na parede para colocar outro quadro eléctrico.

  3. Estás a cair num erro. O que precisas não é de interruptores, o que precisas é de um equipamento que controle os estores (Shelly 2.5 por exemplo), depois qualquer interruptor serve. No link abaixo procura a ref. 21061.

  1. Assim sendo o que queres? Controlo sobre a campainha, video, abertura de portas?

A questão do SmartThings é mais uma vez tu a seres induzido em erro. O que controla tudo é o HA, o resto são equipamentos que fazem de interface entre os dispositivos de IoT e o HA. Aquilo que o que o SmartThings faz também outros equipamentos o fazem (por outros preços e com as mesmas tecnologias, tanto em separado como em conjunto). Estares-te a basear no ST é estares a restringir-te. E aquilo que o @Maddoctor diz acima é uma realidade.

O grande beneficio do HA é poderes ter várias tecnologias integradas num só interface e que torna tudo transparente ao utilizador. Podes carregar num botão Zigbee que vai ligar uma tomada Wifi. Ou correres uma automação que quando chegas a casa te faz um resumo do que aconteceu na tua ausencia num Google Home Mini, liga uma tomada Zigbee, acende uma lampada Wifi e te liga o ar condicionado por IR. A única limitação é mesmo a tua imaginação.


(David Coello Gonçalves) #7

@Maddoctor , expressei-me mal em relação ao SmartThings. Depois de ler vários tópicos aqui do fórum percebi o que era o HA, e que é um software melhor que o da SmartThings. Falo do SmartThings porque comprei o Hub v.3, o qual estou a pensar utilizar.

Em relação ao knx, pouco ou quase nada sei, porque o que vejo associado a isso é “knx = caro”, e não pesquisei nada sobre isso, mas vou fazer alguma leitura.

@j_assuncao a ideia dos interruptores será sempre com botão de pressão, ou então “touch”, e por acaso já tinha lido esta tua explicação no outro tópico, fixei pelo WAF =D

  1. Sim realmente não tenho a noção de tudo o que se pode fazer, e pior é que quanto mais me informo mais confuso fico, com tanta informação e coisas semelhantes, não admira que ande permanentemente a induzir-me em erro. Pelo menos os conselhos sobre a parte elétrica já ficaram bem vincados e essa já não falha, obrigado.!

  2. Ok… “Interruptores inteligentes para estores” riscado da lista.

  3. Em relação ao videoporteiro, quero controlo total. Ou seja, o que já vi por aí em alguns (mas que eram a bateria e com design pouco atrativo), receber notificação no SmartPhone quando alguém toca à campainha, e conseguir ver a imagem em tempo real e interagir (voz) com a pessoa. A parte da abertura remota acho que não tem tanta importância, mas acaba por ser uma boa ideia também.

Inicialmente (antes de encontrar este fórum) criei a ideia de que ia automatizar a casa toda em torno do SmartThings, então comprei o Hub v.3 (como já disse em cima) agora já tenho a ideia que a nível de software de automação o HA será a melhor escolha, e ainda não decidi se me deixo ficar com o Hub da SmartThings ou não. Uma vez que já tenho este Hub aconselham a utilizar outro ou fico bem servido?


(Nuno Neves) #8

Bem, se ficas bem servido? Depende um bocado da perspectiva… Para mim, ficas mal servido porque vais depender do acesso à cloud da smartthings para a integração dos 2 e isso, na minha opinião, é mau… Eu fujo, de tudo quanto é cloud, o mais possível no que à domótica diz respeito. Quero “controlo” apenas local, o que trará, em princípio, maior segurança. O única “abertura para o exterior” é do próprio home assistant… Mas é uma questão de opinião…
O hardware do ST é bom, sem dúvida…


(Jorge Assunção) #9

Parece que chego sempre depois do @Maddoctor:rofl:

Mais uma vez o Nuno tem razão. O ST é um bom hardware? Sem duvida. Se eu o utilizaria? Nunca… Mas isso sou eu que tenho uns tiques de paranóico.

A minha principal razão para escolher o Home Assistant foi o não precisar de ligação à internet para funcionar. Se desligar a minha net em casa TODA a domótica fica a funcionar. Se tenho previsão do tempo? Não. Tenho imagens das cameras de transito? Não. Mas tenho uma coisa muito mais importante: SEGURANÇA. Os meus dados não passam para fora da minha casa (alguns passam mas por opção e em circunstancias especiais) e ninguém de tem acesso a eles!

Aqui não precisas de ficar confuso, basta perguntar e alguém te irá responder. Se ainda assim tiveres duvidas, pergunta de novo.

A parte do video em “video-porteiro” é que é a mais difícil. Tens a opção das campainhas RING mas são pouco amigas da carteira.

P.S.: Aqui que ninguém nos ouve/lê, não deites a caixa do SmartThings para o lixo. No OLX com caixa podes pedir um pouco mais… :stuck_out_tongue_winking_eye: