Sonoff TH16 vs Shelly 1 - Instalação e configuração


(Rui Amado) #1

Boa noite a todos. Já tinha consultado alguns posts neste forum e vi que há pessoal bastante avançado na IOT. Por isso, decidi inscrever-me. Desde já peço desculpa por algumas duvidas que tenho, que talvez sejam básicas demais para alguns utilizadores deste forum.
Preciso de colocar um destes dispositivos a controlar luzes externas numa empresa. As minhas dúvidas são as seguintes:
1). O Shelly já traz a função de sunrise/sunset automática, logo não é preciso mudar o firmware. Se optar pelo Tasmota e colocá-lo no Sonoff, poderei ter a mesma função automática?
2). A rede wireless tem mudanças periódicas de password. Como é possível aceder ao Shelly ou Tasmota quando for necessário atualizar a password? É que terão de ser colocados numa caixa estanque fora do edificio.
3). Ao usar o Shelly numa caixa estanque, acham que seria uma boa ideia usar um interruptor externo estanque para poder fazer o reset caso seja necessário?
Agradeço qualquer ajuda nestes assuntos, já que os posts que consultei são para instalação em casa e não numa coisa mais especifica. Cumps.


(Jorge Assunção) #2

Bem vindo @Ralex!

  1. Penso que é possivel, pelo menos este post refere isso:
  1. Quanto ao Shelly não sei mas o Tasmota pode ser forçado para o modo AP e com um simples telemóvel alteras a password e voltas a colocar em funcionamento normal. Mas podes sempre ligar-te fisicamente ao equipamento por consola.

  2. Podes sempre desligar a alimentação à caixa para fazer reset ao Shelly se for o único equipamento na caixa. Mas podes ter sempre o botão para ligar /desligar manualmente as luzes.

Nota 1: Se vai ficar numa caixa estanque no exterior podes optar por outro equipamento que não o Shelly, como por exemplo o Sonoff Basic ou Dual. Os Shelly são melhores para colocar nas caixas dos interruptores.

Nota 2: Pelas tuas perguntas presumo que não estejas a pensar utilizar um software de automação. Será uma mais valia para poderes utilizar posteriormente funções mais avançadas e “inteligentes” que não são possíveis apenas com os dispositivos de IoT. Além disso, utilizando um software de automação, podes sempre tornar o ponto 2 automatizado e com um pouco de magia alterar automaticamente a password antes de o fazeres no router.


(Rui Amado) #3

Boa noite j_assuncao. Obrigado pela ajuda!
Por acaso, estava a pensar em colocar o Sonoff TH16 com o ESP Easy e um sensor BH1750, porque assim ficaria independente da internet. A minha dúvida é se estes sensores são muito influenciados pelo mau tempo ou basta estar o dia nublado, por exemplo, para que o Sonoff ligasse as luzes apesar de ainda estar muita luz de dia.
Cumps.


(Jorge Assunção) #4

Como firmware o Tasmota é mais robusto que o ESPeasy e com o sensor ligado podes criar regras para ligar/desligar as luzes em função da iluminação ambiente. Podes até enviar comandos via MQTT para qualquer outro equipamento na tua rede (por exemplo para fechar um toldo motorizado).

A opção do TH16 também é bastante boa e já tens uma ficha para poder ligar sensores.


(Nuno Neves) #5

Bem, luz é luz… Se liga por estar nublado é porque a luminosidade desceu… Portanto, no fundo, é irrelevante se está nublado, a chover ou sol radiante… Ou há X luminosidade ou não há.


(Rui Amado) #6

Boa tarde a todos.
Obrigado pela vossa ajuda. Alguém me pode indicar um exemplo das regras para usar no Tasmota com o sensor BH1750? É que tudo o que encontrei era sobre utilizar a IDE do Arduino para programar o sensor.
Cumps.


(Tiago Marques) #7

Olá Rui,

  1. se não precisas de ligar o Shelly a lado nenhum (pe homeassistant) e faz o que precisas, não vejo motivo para mudar o software (excepto o de garantir que não existem comunicações para o exterior). Digo garantir porque há relatos de que quando desactivas o serviço cloud, ele deixa mesmo de comunicar, mas não me parece que tenha havido um estudo muito aprofundado nessa matéria.

  2. Como regra, e especialmente numa empresa, eu não colocaria IoTs no wifi ‘geral’. Deveria existir uma rede só para eles, sem comunicação com o resto da rede para evitar problemas. Aí poderias optar por não alterar, com tanta frequência, a pwd do wifi IOT dado que o risco é bastante inferior. De qualquer maneira o ideal é ir ao shelly (por web) e alterar a password do wifi antes de alterar no ‘router’. Desta forma não tens necessidade de andar a usar AP mode.

  3. Reset ou restart? O ideal é colocares o shelly ‘dentro de portas’. Não conhecendo o cenário é difícil de opinar, mas possivelmente existirá um circuito para essa iluminação a sair do quadro e poderias colocar aí. Se tiver de ficar mesmo em caixa estanque, convém que seja estanque à água, mas não à pressão. As diferenças de temperatura vão provocar alterações na pressão interna e possivelmente provocar condensação dentro da caixa. O ideal nestes cenários é usar uma válvula que permita equalizar a pressão interna/externa, e deixe sair a humidade mas não deixe entrar.
    https://www.gore.com/products/gore-protective-vents-for-lighting-enclosures

Tem também atenção a uma coisa. O sol quando nasce não é igual para todos. Dependendo da altura do ano e/ou das condições climatéricas o sunrise/sunset pode ser problemático. Convém existir algum controlo de offset para esses parâmetros de modo a funcionar correctamente. Não se se isso é possível com o software da shelly, mas com o homeassistant podes configurar isso tranquilamente. Se eu esperar pelo sunset para ligar as luzes da entrada, já ando à luta para conseguir abrir a caixa do correio :wink:


(Rui Amado) #8

Boa tarde a todos. Quanto à rede, há uma para guests, logo poderia ficar associado a essa rede. Quanto à possibilidade de condensação dentro da caixa, não tinha pensado nisso ainda. No que toca ao sunrise/sunset, o Shelly permite opções de tempo antes da hora ou depois da hora que ele busca na net. Mas, se calhar estou a complicar demais e para evitar confusões, é melhor colocar um sensor destes menos “avançado”. O que pensam dessa ideia? Cumps.

https://bit.ly/2BDty0a


(Jorge Assunção) #9

IoT numa rede guest?? Para qualquer um aceder ao IoT??


(Rui Amado) #10

Boa tarde.
Estava a falar durante a configuração, utilizar essa rede. Depois disso, o dispositivo iria ficar isolado do resto da rede normal, mas para evitar mais confusões ou possíveis quebras de segurança, vou optar por pelo sensor menos tech que indiquei antes.
Cumps.


(system) fechado #11

Este tópico foi automaticamente fechado 90 dias após a última resposta. Novas respostas não são permitidas.